dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     20/01/2022            
 
 
    
Ruminantes    
Estratégias de alimentação garantem produção
Planejamento alimentar de pequenos ruminantes evita prejuízos ao produtor rural no semiárido
Ouça a entrevista Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Kamila Pitombeira
05/01/2012

Os pequenos ruminantes têm exigências nutricionais em termo de proteína, energia e minerais. Por isso, é importante que o produtor pense não em alimentos milagrosos que possam atender a toda essa classe, mas em uma questão de balanceamento nutricional com a inclusão de ingredientes que possam de fato atender a essas exigências. Além disso, é primordial um planejamento alimentar como forma de evitar surpresas desagradáveis, como a falta de forrageiras por escassez das chuvas. Medidas como essas podem garantir toda a produção, evitando prejuízos econômicos ao bolso do produtor.

— Os animais pertencem a classes e categorias diferentes. Para cada tipo de classe ou categoria animal, existe uma quantidade de ingestão de matéria seca, considerando os alimentos em uma mesma base. Isso varia desde 800g até 3kg — afirma Marcos Cláudio Rogério, pesquisador da Embrapa Caprinos e Ovinos.

Segundo ele, os alimentos que devem ser administrados pertencem normalmente a quatro classes principais: os alimentos volumosos, ricos em fibra; os concentrados, subdivididos em protéicos e energéticos; e os suplementos minerais.

— Na hora da alimentação dos animais, é preciso pensar primeiramente na questão da disponibilidade dos alimentos ao longo do ano. Baseado nas classes já citadas, é primordial que seja estabelecido um planejamento de produção de alimentos na propriedade — orienta o pesquisador.

Primeiramente, deve-se pensar nos volumosos, nas plantas forrageiras em geral e, ao mesmo tempo, verificar a possibilidade de uso dos alimentos concentrados que ficam mais caros nas épocas críticas do ano, como explica Rogério. Nesse caso, a ideia é trabalhar com alimentos alternativos, como subprodutos agroindustriais e resíduos de agricultura.

 — Uma alimentação adequada traz, como benefício, a garantia de produção. Já o planejamento alimentar, evita surpresas ao longo do tempo, já que o produtor pode prever a escassez de chuvas e forragem, por exemplo, antes que ocorra a falta de algum alimento — diz.

Para mais informações, basta entrar em contato com a Embrapa Caprinos e Ovinos através do número (88) 3112-7400.

 

Clique aqui, ouça a íntegra da entrevista concedida com exclusividade ao Jornal Dia de Campo e saiba mais detalhes da tecnologia.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Manejo
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada